Home Ministérios Minist. Intercessão Intercessão
Intercessão PDF Imprimir E-mail

Aprendendo sobre...

 

Ato de interceder.

Pedido a favor de outrem.

Intervenção conciliadora.

Confrontar; desinfetar;

Outro e bastante comum é o significado de:      Se colocar como intermediário.

A Intercessão, apesar de seus significados distintos deve ser visada de acordo com as intenções Bíblicas a favor da vontade divina. Deus foi nosso intercessor quando colocou Jesus naquela cruz, de fato, mas devemos fazer memória de que Jesus Cristo nada mais é do que o próprio Deus que se fez homem e veio intermediar uma causa impossível aos homens e através de um homem e o seu único trunfo como homem era ser um homem sem pecado, pois estava destituído de toda a glória de Deus.A intermediação começa em seu nascimento, quando através de uma virgem ele anuncia o nascimento do cordeiro de Deus e cordeiro no antigo testamento era animal de sacrifício.

 

 

Deus elaborou um plano perfeito para desinfetar o mundo do pecado através de uma intervenção conciliadora, ou seja, através de conselhos de paz. Jesus então ao crescer começou esta intervenção conciliadora através de seu ministério (representação do governo que o enviara) trazendo assim a visão de como entrar pela porta no reino de Deus. Ninguém entrará por janela ou pulando o muro, deverá receber o aval para entrar passando pela porta.

O Ato de intermediar de Jesus foi legalizado ao ser levado para a cruz, mas o ato da intercessão não, por isso o ter que morrer para pagar a dívida, então após a morte haveria a legalização do ato de interceder pelos pecadores. Dada a legalização Jesus ascende aos céus devido ao cumprimento da vontade do legislador em legalizar o Ato de Intermediar a causa do Pecador, a saber, a ressurreição complementaria este poder através do envio do Espírito Santo, ou seja o intercessor aprovado para a batalha espiritual entre a Igreja e o Pecado receberá o poder.

Interceder não é simples, pois apesar de tudo e além de estar dentro dos conformes de Deus a igreja agora deve respeitar as leis divinas e se colocar a serviço do reino, não como quer ou bem entende, mas dentro dos parâmetros divinos para poder ter sucesso nesta intercessão. Jesus Cristo agora não intercede mais por nós, seu papel acabou no momento que sucumbe na cruz abrindo a porta da intercessão poderosa do Espírito Santo e através de seus escolhidos, mas como Ele, o Espírito Santo voltaria na terra para tal papel, precisava o Senhor nosso Deus dar-lhe um lugar e este se chamaria Templo do Espírito Santo, ou seja, a IGREJA do Senhor, Pessoas dispostas a servir este reino maravilhoso de Deus.

Cada igreja agora deveria assumir o papel de intercessor , sendo cheios do Espírito Santo, transformados pela Palavra da Salvação, mas sabemos que não é o que acontece e por que?

Pelo simples fato de não existir a devida transformação como Deus exige para legalizar este processo de intercessão, além disso, os homens inventam muito e pensam errado quando falam de intercessão. Sem conhecimento pensam apenas em batalha espiritual, mas esquecem de que o maior campo de batalha está na mente e no coração daquele que se diz intercessor.

Orar não é interceder porque a intercessão é guerra contra os principados e potestades do ar, o que gera uma tremenda confusão nas igrejas locais. Como vencer principados e potestades se não conseguimos nem vencer diabos em nosso quintal? Interceder é guerrear e guerrear sem permitir ser treinado por Deus é o mesmo que ir para a guerra sem armas ou estratégias de guerra. Precisamos aprender sobre intercessão com o Senhor Jesus, sim isso é fato, mas como aprender se não há interesse em interceder. Jesus de contínuo falava:” Eu vim para fazer a vontade de meu Pai”

Fazer a vontade de Deus é um atributo importantíssimo para começarmos a entender de intercessão. A vontade do Pai nunca será igual a nossa e quando Jesus falava isso sabia que iria ser perseguido, apedrejado, escarnecido, maltratado e inclusive morto. O intercessor pós Jesus não deve temer a morte pois, recebeu vida e vida com abundancia, ou seja , aqui e eternamente. O que será então a vontade de Deus? A Palavra de Deus, ou seja , a Bíblia traz renovação da vontade de Deus para cada momento de sua vida.

VONTADE DE DEUS

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. (Rm 12:2)

A vontade de Deus começa com a transformação que no Éden se dava na viração do dia, quando Deus chamava Adão para conversar, hoje a viração do dia se dá quando você é chamado na igreja a prestar um culto ao Senhor e ouvir sua voz e agora através do Espírito Santo que intermedia esta comunicação de Deus conosco (Quem quer que ouça o que Ele diz às igrejas).  Adão foi criado no sexto dia , mas Deus teria que capacita-lo, pois o jardim que ele colocou em suas mãos traria responsabilidades para ser cuidado e até aperfeiçoado, por isso Deus tinha hora marcada com Adão todos os dias , ou de tempo em tempo, não se sabe. O que sabemos de fato é que Adão precisaria aprender com Deus ouvindo-o e respeitando sua vontade de como viver no imenso eden. Conhecendo a história sabemos onde e como tudo isso terminou. Sabemos que em muitas igrejas nem Deus está falando, porque o homem fala mais alto e o Espírito Santo não pode atuar, mas nas que Ele está falando não significa que está sendo ouvido. Os crentes de hoje não são nem de perto transformados por Deus , pois nem de perto querem passar pelo crivo de sua vontade, ou seja Jesus Cristo começou uma obra igual a do éden por Deus e sabemos como pode acabar. Basta não escutar de novo e deixar o pecado entrar e ficar. O interessante que a maioria dos crentes pensa em transformação de um modo muito errado. Po Exemplo:

Deixei de beber, sou cristão, mas e quem nunca bebeu é cristão?

Deixei de mentir, sou cristão, mas a mentira é um erro que aprendemos a cometer e isso nunca deveria acontecer, portanto deixar de mentir é uma obrigação com a verdade. Deixei de me prostituir, então agora sou cristão..., mas prostituição é um vício da carne e estamos falando das coisas de Deus, que é Espírito e Santo, portanto, promiscuir-se é um erro contra si próprio e traz consequências devastadoras para o corpo e sem corpo não temos onde colocar a alma e se não há alma não posso ter lugar de comunhão com o espírito e o espírito por sua vez não pode ter comunhão com o Espírito Santo, ou seja, Deus é um Deus de vivos e não de mortos. Mata-se o corpo, minha alma morre e não posso mais ter com Deus. Prostituição não é só na área sexual... Viu? Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição; (1Ts 4:3)O que é prostituir-se?

É oferecer serviços sexuais com o objetivo de obter lucro(tenho uma mulher , mas quero ter lucro em ter a do visinho).

É Perder ou tirar a dignidade. = AVILTAR, DESONRAR, REBAIXAR.(tornar-se desprezível, ou seja, desvalorizado, quando Deus valorizou a sua alma em Cristo)

É Colocar interesses materiais à frente de princípios ou ideias. Muitos hoje prostituem a Bíblia.

É Vida desregrada de devassidão. = LIBERTINAGEM

É Profanação. (profanar é tratar com desprezo as coisas sagradas)

É também o Servilismo degradante. (Servir a Deus com relaxo e escarnio por mal testemunho)

Com certeza isso acontecendo não passa nem de perto pela vontade de Deus , mas caracteriza a vontade humana em obedecer o seu próprio coração. Bom como conhecemos a vontade de Deus agora podemos falar de intercessão.

Interceder é:

Intermediar a vontade de Deus em relação aos seus planos e à igreja, ou seja, os planos são dEle, portanto interceder é colocar-se onde Deus precisa intervir para Deus colocar-se na igreja escolhida para a igreja a ser preparada e através disso desinfetar o caminho da santidade. Interceder é fazer plenamente a vontade dEle e por isso, não podemos fazer o que simplesmente queremos e na hora que queremos. Precisamos nos colocar como intermediadores dessa vontade, oferecendo-se em sacrifício e propondo-se como intercessor. Para interceder precisamos sim nos dispor a Deus, mas receber somente dEle as ferramentas para a intercessão correta e eficaz. Começando com as armaduras, porém como se veste armadura sem querer ir para a guerra? Isso diz respeito à disposição de servir e colocar armaduras que nos sirvam e em seguida recebermos as armas, sim por que armaduras são para defesa e armas para ataque e um intercessor vai precisar primeiro aprender se colocar em defesa para depois atacar..., mas isso é matéria dos próximos estudos que colocaremos aqui nesta seção:

“Reconhecendo o Chamado de Intercessor” e

“Orientações ao Intercessor”

Um beijo no coração,

Pr.Luciano

 

 

Nota: Este texto é inspirado e com certeza sofrerá alterações de atualização assim que Deus acrescentar.