Home Saúde Mau Hálito : Combata
Mau Hálito : Combata PDF Imprimir E-mail
Índice do Artigo
Mau Hálito : Combata
Saúde Oral pela boa Nutrição
Conselhos rápidos sobre nutrição
Prevenção pela higiene bucal
Todas as Páginas

Combata o Mau Hálito

Quais são as causas comuns do mau hálito?

Se você sofre de mau hálito crônico grave, também denominado de halitose, é importante identificar a causa, a fim de que possa determinar um tratamento efetivo.

A halitose tem muitas causas, que incluem as seguintes:


Tabagismo. Se você fuma, abandone o hábito. O mau hálito também pode dever-se a outras causas, mas o hábito de fumar é garantia de mau hálito. Se você está decidido a abandonar o hábito, peça conselho e apoio ao seu médico ou dentista.

O que você come, ou não come. Alguns alimentos, como o alho, contribuem para produzir mau hálito, mas somente de forma temporal. Uma vez absorvidos pela corrente sangüínea, o odor é expelido pelo hálito, mas os odores persistem até que o organismo processa o alimento, por isso não se soluciona com rapidez.

Boca seca. Se sua boca estiver extremamente seca, não há suficiente saliva para eliminar com a lavagem o excesso de partículas de alimento e bactérias que podem causar odor desagradável quando acumuladas sobre os dentes.

Infecções. O mau hálito que parece não ter outra causa pode indicar uma infecção em outra parte do organismo. Se você tiver mau hálito crônico e seu dentista descarta problemas orais, consulte com o seu médico para que ele realize uma avaliação.
O mau hálito pode ser signo de uma ampla gama de condições patológicas que incluem infecções das vias respiratórias, sinusite ou bronquite crônica, diabetes, problemas hepáticos ou renais, por isso é importante prestar atenção ao problema.
A melhor forma de melhorar o mau hálito consiste em seguir uma exaustiva rotina de cuidado oral que inclua escovação dos dentes duas vezes por dia e o uso diário de fio dental, a fim de eliminar as partículas de alimento e as bactérias que podem causar mau hálito.
Os enxágues bucais só melhoram o mau hálitodurante um período curto, e se você tiver um problema crônico, seu dentista pode sugerir o uso de um enxágue antimicrobiano para ajudar a manter distantes as bactérias.