Inscreva-se no nosso canal:
 
 

Pregando a Palavra na Simplicidade, desde 1998.
Ago 23 Escrito por 

O tempo está passando!

Dentro do relógio aconteceu uma grande briga...

-O senhor segundo gritou:

Chega de correria, não aguento mais ter que fazer a vontade do senhor minuto.

Então o senhor  segundo, esbravejando com o senhor minuto disse que a culpa era da dona hora, pois insistia em ser anunciada pelo senhor relógio. Na verdade era o senhor relógio que apertava a dona hora...dizendo:

-Depressa dona hora, temos que completar mais uma volta, pois ainda tenho mais vinte e tres pontos para percorrer hoje...depressssssa não pare!

Vocês não entendem mesmo a minha situação, diz o Sr. Relógio:

O senhor Sol quer ir dormir e a Dona Lua quer sair e eu sou  o responsável por isso, não posso me atrasar, vamos , deixem de discussão e trabalhem corretamente, pois se cada um fizer a sua parte o senhor tempo não nos importunará.

Precisamos contar os dias  para a dona semana garantir o mês de cada ano do homem.

Trabalhem e não parem, pois fomos criados para determinar o tempo de cada um que nasce até o dia de sua morte.

- Principalmente o  tempo do homem.

Ouvindo isso o senhor segundo chorando diz:

- Mas eu sou o que mais corre aqui!

Nascem e morrem pessoas todos os dias e eu estou cansado de correr o tempo todo. Isto não tem fim!

Ai de mim. Vivo correndo.

A discussão continuou e cada vez mais quente ficou, até que:

- PAREMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM!

Por favor parem de discutir.

Houve silencio , então o senhor minuto perguntou:

-Quem gritou???

A sua voz é diferente, não é um de nós, não podemos vê-lo.

- Apareça já!

Então a voz disse:

- Não posso aparecer, não sou como vocês. Existo, mas não sou como vocês.

- Sou a maior divisão de todos vocês!

- Quem é você, disse a dona hora?

- O senhor relógio também perguntou...quem é você afinal???

- EU SOU O MOMENTO!

- Quem?... Disse a dona hora.

Não te conheço, isso não tem lógica...

Calma dona hora eu explico!

Eu sou indivisível e invisível, disse o momento.

(risos, muitos risos)

- Ora , ora, senhor momento, se é que posso te chamar assim... Quero fazer uma pergunta?

Fale senhor relógio!!!

Porque você interrompeu a nossa, tão importante, reunião de acertos?

 

Simples,

 

Vocês discutem o que não conhecem, pois, para isso foram criados, para trabalhar o tempo todo, sem fazer perguntas, descansar ou  fazer qualquer imposição, mas eu não, eu sou algo que não foi criado como vocês e quando apareço deixo logo de existir porque a minha função é apenas determinar algo que vocês não conhecem e nunca poderão entender. Vocês trabalham para o homem , mas eu não.

Voces  jamais poderão entender.

Ora, diz o senhor relógio, se  você não determina nada na vida do homem então porque você existe? Você não tem significado algum! (mais risos)

- Engano seu, caro relógio.

 

O meu significado passa a existir somente quando sou usado por quem me criou.

Ora, momento, digo senhor momento, se é assim que posso chamá-lo também, se você foi criado então deve existir uma importância para existir...apareça!!!

( mais risos)

- O momento suspira e diz:

- Prestem atenção,

 

Eu não pertenço, como vocês que foram especificamente criados para pertencerem aos homens, a ninguém, somente ao meu criador, que é o de vocês também, mas eu só entro em cena quando Ele determina!

Sou mais importante que vocês porque o Criador é quem determina quando devo agir.

 

Caros amigos, sendo até parecido com vocês fui criado tão diferente e também com a finalidade de determinar muitas coisas na vida dos homens.  (silêncio)

- Como assim???(espanto)

- Vou tentar explicar:

- Prestem muita atenção...

- Houve um dia, também determinado como os outros que lá do alto são, de um lugar muito distante da Terra, de um Reino poderoso e sobrenatural cujo o Senhor é Deus, que este rei, o Senhor, esvaziando-se de sua glória desceu e tomou a forma de sua principal criação... o homem.

Deus determinou seus dias na terra entre os homens criados por ele e vocês já existiam e trabalhavam para contar o antes e depois de seus dias.

Passados trinta e três anos do seu nascimento, ou, precisamente, trezentos e noventa e seis meses, exatamente onze mil, oitocentos e oitenta dias, ou seja, duzentos e oitenta e cinco mil, cento e vinte horas, ou, dezessete milhões, cento e sete mil e duzentos minutos, ou, um trilhão, vinte e seis milhões e quatrocentos e trinta e dois mil segundos, depois de ser desacreditado, humilhado, espancado e traído , Ele padeceu até a morte numa cruz sem que alguém desse a devida importância para sua obra e tudo isso para que?

Ai é que eu entro, dando o maior significado a tudo isso.

Para realizar o Momento de Deus na vida de todo homem que crer nesta obra de Jesus Cristo e para que?

Para tirar o homem do tempo contável por vocês e levar para o incontável, para o indivisível e ali vocês desaparecerão porque já o homem não precisará mais se preocupar com o tempo.

Lá o homem que receber a eternidade viverá o momento de Deus para sempre, um tempo incontável. Ali um dia serão como mil anos e mil anos como um dia...entenderam?

Não precisará mais do sol nem da lua porque o próprio Deus lhes será por luz por todo o sempre porque foi para este Momento que eu passei a existir...O Momento da vontade de Deus..

Entenderam?

Se você que lê esta mensagem crer nisso poderá começar agora a viver o Momento de Deus ainda nesta vida, onde o contável não terá mais importância, porque todo aquele que Nele crer não perecerá, mas a eternidade ganhará e para sempre viverá.

Pense nisso!

O senhor relógio continua trabalhando em sua vida e a qualquer momento de Deus ele vai parar definitivamente.

Beijo no coração,

Pr.Luciano Ferri

3565 Última modificação em Quarta, 13 Março 2019 19:56
Faça login para postar comentários

Agenda

Nosso Canal

 

Quem Somos

Apenas uma Igreja como qualquer outra, porém com um compromisso verdadeiro sem influencia da religião.

Somos evangéicos porque seguimos os evangelhos.

Somos tão imperfeitos como qualquer outro, no entanto buscamos ciencia de Deus pela sabedoria que solicitamos do alto.

 

Leia Mais...

holy bible